Consultoria

Pesquisa Nacional para Elaboração de Diagnóstico sobre a Participação da Diáspora como Atores do Desenvolvimento Sustentável

 

INFORMAÇÃO ESPECÍFICA

Data Estimada de Início: 1 de junho de 2021

Data Estimada de Encerramento: 15 de novembro de 2021

Local de Trabalho: Trabalho Remoto

 

No âmbito do Projeto “Capacitando a Diáspora Sul-americana como Agentes de Desenvolvimento Sustentável”, a OIM fará um diagnóstico do estado atual da participação da diáspora sul-americana, que será a primeira do gênero na região. Este estudo incluirá vários métodos de coleta de dados, como pesquisa documental; questionários estruturados compartilhados com autoridades nacionais, organizações da diáspora e repatriados; missões de coleta de dados com autoridades nacionais, organizações internacionais, universidades e atores não governamentais envolvidos em questões relacionadas às comunidades migrantes; bem como grupos focais, quando possível. A informação recolhida será analisada a nível nacional e regional para se ter uma visão abrangente da dinâmica existente.

  • O objetivo do estudo será produzir as seguintes informações:
  1. Uma visão geral da diáspora nacional desagregada por gênero, incluindo: contexto histórico e atual, principais países de destino, como se deu o processo migratório (individualmente, familiar, etc), tipo de migração, informações sobre retornos, entre outros;
  2. Fatores internos e externos que influenciam a emigração e o retorno de homens e mulheres do país;
  3. Capacidades institucionais: políticas nacionais, legislação, canais e autoridades responsáveis pela comunidade da diáspora; mecanismos institucionais para facilitar o intercâmbio com a diáspora; acordos bilaterais ou multilaterais / organizações internacionais / OSCs;
  4. Perfil das organizações da diáspora;
  5. Desafios na implementação de iniciativas e políticas concretas para facilitar a participação da diáspora;
  6. Impactos socioeconómicos diferenciados da emigração e contribuição da diáspora ao nível local e como aproveitar seu potencial para o desenvolvimento local sustentável;
  7. Promoção da adoção e aplicação de uma perspectiva de gênero e direitos humanos nas políticas e programas para promover a participação da diáspora;
  8. Recomendações sobre como melhorar a participação da diáspora e dos repatriados no
    desenvolvimento sustentável do país, maximizando a relação positiva entre migração e
    desenvolvimento.

 

ATIVIDADES, PRODUTOS E CRONOGRAMA

A consultoria busca desenvolver um diagnóstico da infraestrutura, práticas e tendências
relacionadas à participação da diáspora como ator do desenvolvimento sustentável no Brasil, e melhorar a compreensão dos principais atores (como governo, instituições de fomento ao desenvolvimento, setor privado, Academia, sociedade civil, empregadores e migrantes) das barreiras e oportunidades para a participação da diáspora no país, em coordenação com a OIM Brasil.

  • Tarefas a serem realizadas sob este contrato:
  1. Realizar e apresentar uma pesquisa documental / revisão da literatura a nível nacional que se relacione com a participação da diáspora no Brasil;
  2. Em coordenação com o investigador principal e a OIM, identificar os principais atores do país e preparar uma lista de possíveis respondentes para o diagnóstico;
  3. Compreender e aplicar em níveis nacional e regionais/estaduais a metodologia de pesquisa e as ferramentas analíticas desenvolvidas para o estudo, adaptando-as conforme necessário, para desenvolver o diagnóstico no Brasil;
  4. Rever e analisar as leis, políticas e regulamentos nacionais relacionados com a participação da diáspora;
  5. Conduzir entrevistas com informantes-chave com as partes interessadas locais, incluindo funcionários do governo, academia, sociedade civil, representantes da diáspora e líderes comunitários, migrantes retornados e partes interessadas relevantes do setor privado, como instituições financeiras e de fomento ao desenvolvimento econômico, bem como agências de transferência de dinheiro;
  6. Organizar entrevistas virtuais aprofundadas e grupos focais com membros da diáspora do país atualmente no exterior;
  7. Redigir, em coordenação com o investigador principal, uma visão geral do país de origem (desagregado por estado o quanto possível), das tendências, desafios e oportunidades para o envolvimento da diáspora no país em um relatório regional mais amplo como um capítulo por país participante do projeto;
  8. Apresentar as principais descobertas e facilitar um workshop de validação com as partes interessadas nacionais para discutir as descobertas da pesquisa e promover a discussão sobre o assunto.
  • Resultados tangíveis e mensuráveis do trabalho atribuído:
  1. Relatório de revisão de documentos para o Brasil.
  2. Lista das partes interessadas nacionais relevantes.
  3. Documento de resultados e relatório do workshop de validação.
  4. Relatório nacional para inclusão no relatório regional.

 

Cronograma de Entrega dos Produtos

  • Nº de Dias*: 30. Atividade: Revisão documental das fontes secundárias relevantes; Compilação de uma lista de respondentes nacionais relevantes; Revisão da metodologia de pesquisa e ferramentas analíticas e adapte às particularidades do país. Produtos: Documento metodológico sobre a pesquisa, revisado e aprovado pela OIM.
  • Nº de Dias*: 90. Atividade: Condução de uma investigação preliminar do relatório de investigação instantânea nacional para inclusão em um relatório regional. Produtos: Draft final do relatório nacional Brasil, revisado e aprovado pela OIM.
  • Nº de Dias*: 100**. Atividade: Apresentação das principais descobertas e facilitar a oficina de validação nacional. Produtos: Relatório dos resultados da oficina.
  • Nº de Dias*: 120. Atividade: Inclusão dos feedbacks, comentários e sugestões na versão final do relatório nacional. Produtos: Draft final do capítulo nacional sobre o Brasil, revisado e aprovado pela OIM.

*contados a partir da data de assinatura do contrato.
**sujeito a alterações a depender da data da oficina.

Indicadores

  1. Conclusão das tarefas e entrega dos produtos dentro dos prazos definidos.
  2. Completude e precisão da revisão e análise.
  3. Precisão, eficiência e aplicabilidade das metodologias e ferramentas desenvolvidas.
  4. Relevância e profundidade analítica das recomendações e conclusões.
  5. Clareza e acessibilidade dos materiais informativos desenvolvidos.

 

Qualificações e Experiência Requerida

Formação Mínima

  • Mínimo Mestrado ou grau equivalente, em universidade reconhecida, nas áreas de
    ciências sociais, economia, relações internacionais, geografia, demografia, ou áreas
    relacionadas;
  • Mínimo de 3 anos de experiência laboral, de pesquisa ou consultorias nas áreas de
    migrações internacionais, desenvolvimento sustentável, ou áreas relacionadas;
  • Conhecimentos avançados e boa comunicação oral e escrita em português, inglês e
    espanhol;
  • Experiência prévia comprovada sobre desenvolvimento e implementação de metodologias e ferramentas de pesquisa;
  • Experiência com facilitação de reuniões e de diferentes stakeholders (academia, governo, organismos internacionais, sociedade civil) é diferencial.

 

Experiência

  • Mínimo de 1 (um) ano de experiência laboral e/ou acadêmica no campo das migrações, no estado do candidato;
  • Experiência com migração de retorno e assistência a retornados é diferencial;
  • Conhecimento sobre políticas públicas de migração, assistência, trabalho, educação e
    saúde, fluxos de encaminhamento, equipamentos e serviços públicos;
  • Conhecimento sobre atores não estatais e suas redes, com trabalho relevante no campo das migrações;
  • Experiência direta de trabalho com atores estatais e não-estatais no campo das
    migrações no estado do candidato é diferencial;
  • Conhecimento dos recortes de gênero, raça e infância como temas transversais às
    migrações contemporâneas.

 

Idiomas

Obrigatório: Português (fluente), Espanhol (avançado).

Diferencial: Inglês (avançado).

 

Competências

  • Responsabilidade – assume a responsabilidade pela ação e lida bem com críticas construtivas;
  • Orientação ao Cliente – trabalha bem com o cliente e as partes interessadas;
  • Aprendizagem Contínua – promove a aprendizagem contínua para si e para os outros;
  • Comunicação – ouve e comunica com clareza, adaptando as entregas ao público-alvo;
  • Criatividade e Iniciativa – busca ativamente novas formas de melhorar programas ou serviços;
  • Liderança e Negociação – desenvolve parcerias efetivas com atores internos e externos;
  • Gerenciamento de Desempenho – identifica formas e implementa ações para melhorar o desempenho de si e dos outros;
  • Planejamento e organização – planeja o trabalho, antecipa riscos e estabelece metas dentro da área de responsabilidade;
  • Profissionalismo – mostra o domínio do assunto;
  • Trabalho em equipe – contribui para um ambiente colaborativo de equipe; incorpora as necessidades, perspectivas e preocupações relacionadas a gênero e promove a participação igualitária de gênero;
  • Conhecimento Tecnológico – exibe conhecimento de soluções tecnológicas relevantes.

 

Candidaturas

  • CV, Carta de Motivação (máximo uma página) e uma carta de recomendação de empregador ou orientador acadêmico devem ser enviados para [email protected] com o título “Consultoria Diasporas – Nome do Candidato”, em Português. Os documentos devem ser juntados em um só arquivo e enviados no formado PDF.
Este trabalho expirou.
X